Faz nascer um novo ser

Adoro ler. Ainda no processo de remodelação da minha casa, retirei todos os meus livros das estantes e reorganizei-os, folheei e li alguns parágrafos e de certa forma revisitei momentos chave da minha vida por associar alguns livros a certas fases de crescimento. Que tesouros!

Descarto roupa e objetos com muita facilidade, mas cada livro é uma parte de mim.

Adoro música. Os momentos de silêncio são cada vez mais importantes, mas as notas de certas músicas, as letras e melodias despertam emoções, sentimentos que levam à criação e inspiram a uma vida melhor.

E estudar e ensinar? Adoro, amo! Sou um professor que nunca deixa de ser um aluno, e nestes 20 anos não passei uma única semana sem estudar, mergulhar neste vasto oceano do Human Design.

Preciso de experienciar a vida, estar no mundo, mesmo por vezes não me sentindo parte deste mundo, mas poder estudar o ser humano e munir-me deste conhecimento para ter os manuais de instruções, fascina-me e traz a alegria e entusiasmo de sair para a rua e experimentar a minha singularidade e observar cada ser a lutar para sair da ilusão do que é a felicidade.

Terminei agora o segundo trimestre do primeiro nível para certificação profissional de Analista PTL1 com energia renovada, otimismo e confiança na evolução do ser humano.

Mais de 40 seres com entrega ao processo de descondicionamento e aprendizagem com dedicação e coragem incríveis!

Confesso que no passado duvidei, questionei se realmente fazia sentido dedicar-me tão intensamente à formação de Human Design. Hoje com muita alegria, partilho que não tenho qualquer dúvida sobre esta escolha e caminho.

E ouvir como ouvi este fim de semana alunos dizerem algo que sinto nestes anos, foi maravilhoso: encontrei algo para estudar para o resto da vida!

Ainda estamos em março e já tanto aconteceu este ano e a todos os que têm escolhido a PHDS, a minha profunda gratidão.

E assim, juntos, renascemos!

E porque os tempos são de arte e o momento é de dançar e cantar, convido-vos a ouvir mais uma música criada pela minha família que celebra e honra a diferenciação – um projetor, uma manifestadora e uma geradora.

Coloquem o som bem alto e dancem, celebrando a vida e a primavera.

Com amor,
Idalina